Notícias »

Atualizado em 03-05-2018 às 21:05:48

Copel Telecom e Abrace promovem palestras sobre Internet Sem Bullying em escolas procopenses

 


Com apoio e prevenção, “Internet Sem Bullying” luta contra o cyberbullying no ambiente escolar realiza palestras em Cornélio Procópio

Cornélio Procópio – Visando proporcionar bem estar aos jovens e familiares, por meio de ações orientações que promovam educação digital, a Abrace Programas Preventivos em parceria com a Copel Telecom, promovem em Cornélio Procópio, palestras para jovens estudantes das escolas Estaduais Monteiro Lobato e Castro Alves com destaque para a campanha “Internet Sem Bullying”. Segundo o palestrante Benjamim Horta, da Abrace Programas Preventivos, com uma grade de cursos de capacitação aos colaboradores da Copel Telecom, palestras aos docentes de escolas municipais, cartilhas informativas para pais e alunos, além de várias interações em todo o Paraná, o projeto tem o objetivo de reduzir e prevenir a prática do cyberbullying e ofensas virtuais, além de orientar famílias a se prevenir deste problema, promovendo o uso ético da internet para que a situação de violência na web se torne uma página virada na vida de jovens. Ao lado de Juliana Prosdossimo, da Copel Telecom, ele explicou que segundo estudos, 20% dos estudantes já praticaram bullying no ambiente escolar. A violência atinge alunos e educadores e desponta como uma forte causa para dificuldades de concentração e desenvolvimento. Diante desse quadro, a Abrace – Programas Preventivos ajuda instituições a prevenir e controlar o problema. No Colégio Monteiro Lobato, foram realizadas cinco palestras e no Colégio Castro Alves, três palestras evolvendo os alunos destas instituições. Horta afirmou que além de um espaço de transmissão de conhecimento, a escola também é um lugar de interação social; e, por vezes, esse convívio não acontece de forma saudável. Definido como uma das formas de violência que mais crescem no mundo, o bullying é um tema preocupante e recorrente no ambiente educacional, que está diretamente ligado ao processo de aprendizagem do aluno. A questão perpassa brincadeiras e piadas de mau gosto e se torna um problema bastante democrático, afetando estudantes de todas as idades em diversos contextos sociais. O Especialista em Prevenção ao Bullying, Benjamim Horta, destaca a importância de se combater e prevenir também o bullying pelo ambiente virtual: “com o constante aumento do uso de smartphones entre crianças e adolescentes, o ato de bullying ganha um novo cenário, deixando de ser praticado somente no ambiente escolar e tornando-se cada vez mais frequente nos ambientes virtuais. O ato de ameaçar, xingar, intimidar e prejudicar a reputação de alguém através da internet caracteriza-se como cyberbullying. 42% dos estudantes sofreram alguma forma de bullying enquanto estavam online. 1 em cada 4 sofreram mais de uma vez. 35% dos estudantes sofreram ameaças online. 1 em cada 5 sofreram mais de uma vez. 21% dos estudantes receberam e-mails ou mensagens negativas e ameaçadoras. “Falar sobre bullying e cyberbullying é muito mais que conscientizar alunos sobre as psicodinâmicas escolares que acontecem diariamente no Brasil e no mundo”, explica. “É preciso reconceituar o tema, suas

definições e critérios de identificação, com o objetivo de levantar questões que dizem respeito não somente ao que é certo ou errado, bem ou mal, mas sim ao que é ético, moral e excelente, e como essas questões podem nos ajudar a compreender a humanidade do ponto de vista autônomo e empático, possibilitando a reumanização da sociedade”, finaliza Horta, que conta com uma perspectiva bastante animadora impulsionando seu trabalho: “além de ajudarmos as vítimas, notamos uma mudança efetiva no comportamento dos agressores. Alunos que praticam bullying na adolescência têm quatro vezes mais chances de terem passagens pela polícia até os 24 anos de idade, e o formato de disciplina positiva utilizado alcança o agressor em sua demanda específica”.

FONTE: Comunicação/Prefeitura



Envie seu comentário »

Copyright © 2012 Agita Cornélio (43) 9959-9951 / 9978-9817 - Direitos Reservados. - Desenvolvido por: AbusarWEB
Online: