Notícias »

Atualizado em 11-10-2017 às 16:56:22

Alvaro Dias estreia com baixíssima rejeição em pesquisas para Presidência

 


O senador paranaense Alvaro Dias trocou o Partido Verde pelo Podemos neste ano com o objetivo de ser o candidato do partido à Presidência da República. Mas ainda não conseguiu decolar nas pesquisas de intenção de voto para as eleições de 2018. Nas duas últimas pesquisas que incluíram seu nome, o senador não passou de 5% das intenções de voto para a Presidência da República.

Porém, ele é um dos pré-candidatos com o menor índice de rejeição entre os eleitores. Esse resultado ainda é fruto da baixa visibilidade que tem na comparação com os demais postulantes ao cargo no Palácio do Planalto, mas um fator que traz ânimo ao senador.

No levantamento divulgado no dia 2 de outubro pelo Datafolha, Alvaro aparece em todos os cenários pesquisados, mas tem apenas entre 3% e 5% das intenções de voto, dependendo da situação. Ele aparece na frente de possíveis candidatos como o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), do deputado Chico Alencar (PSOL), do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) cotado para substituir Lula caso o petista não possa concorrer por problemas com a Justiça, e do presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM).

Em compensação, Alvaro aparece atrás de nomes como do juiz federal Sergio Moro, do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa e do ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT). Em apenas um cenário pesquisado pelo Datafolha Alvaro aparece empatado com Ciro Gomes, cada um com 4% das intenções de voto. Lula e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) lideram todos os cenários pesquisados.

Na pesquisa espontânea, quando o pesquisador não dá nenhuma opção pré-determinada ao entrevistado, Alvaro nem sequer aparece entre os possíveis candidatos ao pleito. A pesquisa mostra Lula na frente, com 18% dos votos, seguido por Bolsonaro (9%). Ciro, Marina Silva e o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), aparecem com 1% cada.

Pouco conhecido e pouco rejeitado

Publicidade

Error setting up player:
Invalid license key

A mesma pesquisa mostra que o senador não é muito conhecido pelo eleitor. Entre os entrevistados, 53% afirmaram não conhecer Alvaro Dias. Outros 47% disseram conhecer o senador: 8% disseram conhecer muito bem o político, 14% afirmaram conhecer um pouco e 24% disseram que já ouviram falar de Alvaro. O senador é mais conhecido apenas que Chico Alencar, entre os nomes pesquisados. Segundo a pesquisa, Alvaro é menos conhecido que nomes como Fernando Haddad, Joaquim Barbosa, Henrique Meirelles e Rodrigo Maia.

O levantamento também mostra que Alvaro é um dos que têm menos rejeição entre os candidatos pesquisados. Joaquim Barbosa é o menos rejeitado pelos eleitores apenas 21% disseram que não votariam no ex-ministro de jeito nenhum. Alvaro ocupa o segundo lugar entre os menos rejeitados: 22% dos brasileiros não votariam no senador para a Presidência da República. Outros nomes, como Meirelles, Doria e Sergio Moro, apresentam rejeição maior que o senador.

Paraná Pesquisas

Já na pesquisa divulgada pelo Instituto Paraná Pesquisas em 29 de setembro, Alvaro tem 3,8% da preferência do eleitor, em um cenário em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disputa as eleições. O maior percentual de intenções de voto a favor de Alvaro entre os cenários pesquisados mostra o senador com 4,6%, em uma disputa sem Lula e sem João Doria.

Leia também: Acompanhe todas as notícias sobre as eleições de 2018

Alvaro aparece na frente de nomes como Fernando Haddad e o ministro Henrique Meirelles. O senador paranaense perde, porém, para nomes como Marina Silva, Joaquim Barbosa e Ciro Gomes.

Otimismo

Alvaro Dias publicou um vídeo nas redes sociais comentando a pesquisa divulgada pelo Datafolha. “Eu sempre disse que a pesquisa agora diz respeito ao passado, não diz respeito ao futuro. Por isso ela vale para medir a rejeição aos candidatos, pouco vale para medir a intenção de voto, porque isso vai se alterar aos poucos. Na verdade, a população nem sabe ainda quem serão os candidatos”, disse o senador.

Dados técnicos

O levantamento do Paraná Pesquisas foi realizado entre os dias 18 e 22 de setembro de 2017 em todo território nacional. Foram ouvidos 2.040 eleitores e a margem de erro é de 2% para mais ou para menos. A pesquisa abrange um grau de confiança de 95%.

Já a pesquisa do Datafolha foi realizada entre os dias 27 e 28 de setembro de 2017 em todo o país. Foram ouvidos 2.772 eleitores e a margem de erro é de 2% para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

FONTE: http://www.gazetadopovo.com.br



Envie seu comentário »

Copyright © 2012 Agita Cornélio (43) 9959-9951 / 9978-9817 - Direitos Reservados. - Desenvolvido por: AbusarWEB
Online: